Pages

Subscribe:

About

sexta-feira, 31 de março de 2017

Preço dos remédios sobe 4,76%

Resultado de imagem para Preço dos remédios sobe 4,76%O Diário Oficial da União publica hoje (31) resolução do Conselho de Ministros da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (Cmed) autorizando os índices do reajuste anual de preços de medicamentos para 2017, que variam de 1,36% a 4,76%. O aumento começa a valer a partir desta sexta-feira.
De acordo com a resolução, o reajuste máximo permitido é o seguinte: nível 1: 4,76%; nível 2: 3,06; e nível 3: 1,36%. O Cmed é um órgão do governo integrado por representantes de vários ministérios.
O Sindicato da Indústria Farmacêutica  (Sindusfarma) informou, por meio de nota, que os índices de reajuste não repõem a inflação passada, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) no acumulado de 12 meses, de março de 2016 a fevereiro deste ano.
“Do ponto de vista da indústria farmacêutica, mais uma vez os índices são insuficientes para repor os custos crescentes do setor nos últimos anos”, diz a nota. Segundo o Sindusfarma, o reajuste anual de preços fixado pelo governo poderá ser aplicado em cerca de 19 mil medicamentos disponíveis no mercado varejista brasileiro.
Agência Brasil

Camilo inspeciona obras de acesso ao Aeroporto de Jericoacoara

O governador Camilo Santana (PT) seguiu, de helicóptero, na rota de Cruz (Litoral Oeste), onde, nesta manhã de sexta-feira, visitou as instalações do aeroporto de Jericoacoara. Esse terminal passará a receber voos nacionais diretos de São Paulo (Azul) e do Recife (Gol), em maio próximo.
Camilo Santana visitou também as obras das vias de acesso ao aeroporto de Jeri, que estão praticamente concluídas, segundo a assessoria de imprensa do Palácio da Abolição.
Camilo aposta fichas nesse aeroporto de Jeri como mais um equipamento destinado a fortalecer o turismo regional no Estado.
Com blog do Eliomar

Justiça decreta prisão do ex-deputado do PCdoBdo e ex-delegado Protógenes Queiroz

Resultado de imagem para Protógenes Queiroz PCdoBA Justiça Federal decretou a prisão do ex-delegado e ex-deputado Protógenes Queiroz após ele faltar a mais uma audiência para informar como ele deverá cumprir penas restritivas de direito de sua condenação. Para Justiça, Protógenes Queiroz não comprovou condição de asilado na Suíça. A defesa do ex-delegado afirmou que ele não podeira comparecer por estar asilado na Suíça. No entanto, para a juíza federal Andréia Moruzzi, da 1ª Vara Criminal de São Paulo, a defesa do acusado não conseguiu comprovar essa condição.
“Ao contrário do aduzido, de que caberia a este Juízo oficiar à Suíça, via diplomática, para obtenção dos documentos sobre o pedido de asilo, entendo que cabe à defesa fazer prova da situação do apenado, haja vista que o sigilo do suposto processo de asilo político não recai sobre seu próprio requerente”, afirmou a juíza.
Andréia Moruzzi também afastou a alegação de nulidade da Carta Rogatória para intimar Protógenes Queiroz desta última audiência, que foi marcada para o dia 6 de março. Segundo a defesa, a rogatória expedida não obedecia aos requisitos determinados pelo Ministério da Justiça.
Resultado de imagem para Protógenes Queiroz PCdoB
Para a juíza, no entanto, as regras citadas se referem à expedição de Carta Rogatória para intimação de réu para audiência de interrogatório, o que não é o caso. “Certo é que o apenado já está amplamente cientificado que deve à Justiça o cumprimento da pena imposta, visto que foi intimado pessoalmente quando de sua condenação, sabendo, principalmente por se tratar de pessoa do meio jurídico, que deveria, como passo subsequente ao trânsito em julgado da sua condenação, dar início ao cumprimento da pena”, complementou a juíza.
Assim, por entender que Protógenes Queiroz não pretende colaborar com a Justiça e cumprir sua pena, a juíza determinou a conversão da pena restritiva de direito aplicada em restritiva de liberdade, expedindo o mandado de prisão do ex-delegado.
A sentença que condenou Protógenes, assinada em 2010 pelo juiz Ali Mazloum, transitou em julgado no ano passado. O Supremo Tribunal Federal manteve parte da decisão que o considerou responsável por vazar informações sigilosas para concorrentes do banqueiro Daniel Dantas — por ele investigado — e para a imprensa.
O ex-delegado foi condenado a 3 anos e 4 meses de prisão em novembro de 2010, mas a pena foi substituída por restrições de direitos. No entanto, o ex-delegado e sua defesa faltaram às audiências marcadas para informar como ele deverá cumprir penas restritivas de direito e não prestaram explicações à Justiça sobre o motivo.
Responsável pela defesa do ex-delegado, o advogado Adib Abdouni classificou a decisão como política, e não jurídica. “Essa juíza é substituta, ela é sobrinha do Sarney e foi transferida recentemente para São Paulo. Pela decisão vemos que é política. Por isso, inclusive, devemos pedir a suspeição desta magistrada, pelo interesse na causa”, afirmou o advogado.
Resultado de imagem para Protógenes Queiroz PCdoB
Abdouni ressalta que também vai impetrar Habeas Corpus contra esta decisão. O advogado aponta que há uma revisão criminal em andamento no Supremo Tribunal Federal, sob a relatoria do ministro Luiz Fux, no qual discute a execução desta pena e a demissão do cargo de delegado da Polícia Federal.
O advogado Carlo Frederico Muller, que atuou como assistente de acusação, disse que a decisão da juíza foi acertada. Ele lembra que o Judiciário já havia decretado a prisão anteriormente, mas que Protógenes Queiroz conseguiu um Habeas Corpus suspendendo a determinação. “A Justiça reconheceu que ele não tem a menor intenção de arcar com as consequências dos atos pelos quais fora condenado”, afirma. Muller diz ainda que a alegação de que Protógenes Queiroz sofre perseguição política é improvada, principalmente porque ele só se evadiu do país após perder o cargo de deputado e o cargo de delegado.
Site Consultor Jurídico

Bolsonaro tenta puxar o saco de Moro e acaba no vácuo

O deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) não deixa de ser um fenômeno de marketing. Não deixa de impressionar que tenha chegado tão longe. Mais do que isso: conseguiu eleger sua prole.
Na Internet, seus sicários de reputações atuam com uma energia ímpar. E delicadeza compatível.
Talvez vocês não estejam ligando o nome à pessoa. É aquele parlamentar que se juntou a Jean Wyllys (PSOL) e Jandira Feghali (PCdoB-RJ) contra a educação. Como? Ora, eles se opuseram a que universidades federais possam — não seria obrigatório — cobrar por cursos de especialização.
Os três “jotas” dessa suruba ideológica são contra ainda privatizações, terceirização, reforma da Previdência… Já escrevi sobre eles hoje mesmo.
Lava Jato
O dado mais vistoso que Bolsonaro exibe em sua biografia se revela pela ausência. Ele se orgulha de não estar na Lava Jato. Que eu saiba, o Tiririca, que é um humorista mais competente do que Bolsonaro, também não. Mas nem por isso se candidata à Presidência da República, não é mesmo?
No dia em que se torna público que Sergio Moro condenou o ex-deputado Eduardo Cunha a 15 anos de prisão e em que o juiz disse o que considerou impropriedades sobre o projeto que pune abuso de autoridade, Bolsonaro o encontrou no aeroporto de Brasília.
O parlamentar estava acompanhado, né?, com a sua diligente “entourage”. Eis que ele vê o juiz Sergio Moro conversando com algumas pessoas — imaginem o assédio de que não é alvo, né?, ainda mais num dia como a quinta.
O buliçoso pré-presidenciável não teve dúvida. Sempre filmado por seus fãs, vai em direção a Moro e, ora, ora, resolve bater continência! Que soldado disciplinado!
A continência, claro, é indevida. Quando Bolsonaro decide ser engraçado, ele bate continência. O que fará quando fica furioso? A pergunta é retórica. Não quero saber.
Bem, meus caros, assistiu-se a um vexame, né?, a um constrangimento. Moro, como se dizia no meu tempo de moleque, “se pirulitou”, se mandou, foi embora, saiu, como escrevia o redator no tempo em que se dizia “priscas eras”, em “desabalada carreira”, enquanto Bolsonaro olhava para os “populares” (outro termo delicioso d’antanho) com ar desenxabido.
Não menos engraçado é acompanhar o que se deu nas redes, né? É claro que o vídeo viralizou. Está em todo canto.
A análise objetiva, fria, técnica da situação, mostra que o juiz não queria ser visto ao lado do deputado de jeito nenhum. Até porque o homem não é apenas um investigado no STF. Ele já é réu mesmo.
Ademais, há o peso das vastas emoções e pensamentos imperfeitos do homem que diz que uma determinada deputada não “merece” ser estuprada porque é muito feia. Ele acha que isso é liberdade de expressão e que tal consideração está protegida pela imunidade parlamentar.
Sim, Moro se mandou, fazendo um ligeiríssimo aceno. As páginas e canais de esquerda, por óbvio, não perdoaram. Ao menos desta vez, estão mesmo certas: Bolsonaro foi humilhado.
Ah, mas não para os crentes da Igreja dos Santos dos Últimos Dias do Nióbio e do Grafeno! Seus entusiastas publicam o vídeo do vexame com títulos mais ou menos assim: “Encontro de mitos no aeroporto”.
É claro que é espantoso! Que Moro seja alçado a essa condição, trata-se de um exagero, mas vá lá… Encarna hoje a luta contra a corrupção. Mas Bolsonaro seria mito exatamente por quê? Por suas feridas de guerra? Por  sua luta incansável pela democracia? Por sua aposta na tolerância política? Por seu apreço pela diversidade?
Ou, ora vejam, ele encarna o exato oposto de tudo isso?
A resposta é óbvia
Da Coluna de Reinaldo Azevedo, da Veja

Fachin promete divulgar decisões sobre Odebrecht em abril

O ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF),  anunciou hoje (31) que todas as decisões sobre os 320 pedidos feitos no último dia 15 pela Procuradoria-Geral da República (PGR), relacionados às delações premiadas de ex-executivos da empreiteira Odebrecht, serão de fato divulgadas no mês de abril.
O ministro, contudo, não quis especificar a se isso se daria antes ou depois do feriado da Páscoa.
A assessoria do STF já havia divulgado, no início desta semana, que as decisões serão tornadas públicas em conjunto e que, por isso, os trabalhos do gabinete de Fachin adentrariam o mês de abril. Nesta quarta-feira, o ministro afirmou que proferirá suas decisões impreterivelmente no mês que se inicia amanhã (1º).
Entre os pedidos que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou ao STF em 15 de março, estão 83 solicitações de abertura de inquérito contra políticos com foro privilegiado, incluindo parlamentares e ministros de Estado.
Janot também pediu a Fachin que retire o sigilo que vigora sobre boa parte dos 950 depoimentos dados pelos ex-executivos da Odebrecht, nos quais detalham o envolvimento de políticos e partidos no esquema de corrupção na Petrobras investigado pela Lava Jato.
Agência Brasil

Governo Temer – Aprovação cai 10%, diz CNI/Ibope

Resultado de imagem para Governo Temer – Aprovação cai 10%, diz CNI/IbopeA avaliação positiva do governo do presidente Michel Temer caiu de 13% para 10%, entre dezembro do ano passado e março deste ano, segundo pesquisa Ibope encomendada pela Confederçaão Nacional da Indústria (CNI) e divulgada nesta sexta-feira, 31. De acordo com o estudo, a avaliação de que o governo atual é melhor do que a gestão da ex-presidente Dilma Rousseff registrou queda de 21% para 18%, entre dezembro do ano passado e março deste ano, segundo pesquisa Ibope encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e divulgada nesta sexta-feira, 31.
Os que consideram que o governo Temer é pior do que o da petista aumentaram de 34% para 41% entre as duas pesquisas. Para 38% os dois governos são iguais, ante 42% na pesquisa anterior. Outros 3% não sabem ou não responderam. O número dos que confiam em Temer caiu de 23% para 17%. Já o índice que indica desaprovação com a maneira do peemedebista de governar subiu de 64% para 73%.
Também pioraram as expectativas para o restante do governo Temer, segundo a pesquisa. Aqueles que acreditam que a perspectiva é ruim ou péssima aumentaram de 43% para 52% entre dezembro e março, enquanto os que preveem que o governo será ótimo ou bom diminuíram de 18% para 14%. Os que preveem que o governo Temer será regular oscilaram de 32% para 28% dos entrevistados. Outros 6% não souberam ou não responderam.
A pesquisa Ibope/CNI foi realizada de 16 a 19 de março deste ano. O levantamento ouviu 2 mil pessoas em 126 municípios. A margem de erro estimada é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.
Estadão
Foto: André Dusek|Estadão

TCM vai reduzir expediente na próxima semana

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) vai reduzir expediente n próxima semana – de 3 a 7 de abril, devendo funcionar das 8 às 14 horas, segundo portaria baixada pelo presidente, o conselheiro Domingos Filho, informa a assessoria de imprensa do órgão.
A medida se deve ao corte dos recursos de mais de R$ 20 milhões no orçamento do Tribunal, que afetou diretamente despesas voltadas à sua manutenção, justifica o presidente do TCM. Além da redução no horário de funcionamento, ele diz que houve a necessidade de readequação de contratos administrativos.
A administração do TCM adianta que vai adotar todas as providências necessárias ao funcionamento interno no horário indicado e todos os registros pertinentes à contagem dos prazos processuais, em conformidade com o disposto na legislação.
Ação na Justiça
Aguarda-se decisão de ação ajuizada junto ao Supremo Tribunal Federal (STF), por meio da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon), objetivando o restabelecimento do orçamento do TCM.
Em 5 de janeiro de 2017 foi solicitada ao Governo do Estado e à Seplag a suplementação das dotações orçamentárias necessárias ao pleno e regular funcionamento do órgão, pedido para o qual não se obteve resposta, situação que motivou a entrada da ação junto ao Supremo.

Assassinatos "explodem" no Ceará no mês de março e secretário atribui ao aumento das ações policiais

Execuções sumárias ocorrem todos os dias na periferia de Fortaleza e na zona metropolitana
Entre os dias 1º e 28 de março, nada menos, que 314 pessoas foram assassinadas em todo o Ceará. O número de homicídios neste mês fez explodirem as estatísticas do governo do Estado em relação aos Crimes Violentos, Letais e Intencionais, os CVLIs. Somente na Capital, 139 pessoas foram mortas no período, contra 123 em janeiro e 90 em fevereiro.  No acumulado do ano, o Ceará já registrou neste intervalo 932 homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte.
Em declarações à Imprensa nesta quarta-feira (29), o secretário da Segurança Pública e Defesa Social do Estado, delegado federal André Costa, admitiu a elevação dos índices de mortes violentas e atribuiu o fato à “intensificação do combate à criminalidade pela Polícia em áreas violentas e dominadas por grupos criminosos”.
Segundo a interpretação de André Costa, a intensificação das operações policiais nas áreas até então  ocupadas pelas facções teria feito os bandidos migrarem para outros locais e, consequentemente, entrarem em conflito com os que já dominavam o local, gerando os confrontos e mortes violentas.
Números
Em 28 dias de março, além dos 139 assassinatos na Capital, foram registrados também 66 homicídios na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), 45 na  região Interior Norte e 64 no Interior Sul, totalizando, portanto, 314 homicídios.
Em março de 2016, a SSPDS contabilizou no mês (inteiro 31 dias), 316 CVLIs. Neste mês, faltando ainda os registros dos dias 29, 30 e 31, o número final certamente irá superar o do ano passado, acarretando um aumento nas taxas oficiais de homicídios no Ceará pela segunda vez em 2017.
Em janeiro último, foram contabilizados pelo governo 349 assassinatos no Ceará, contra 323 em 2016, uma elevação da ordem de oito por cento.
Já em fevereiro último, foram registrados 269 homicídios, contra 297 no ano passado, o que representou um declínio de 9,4 por cento.
Fonte: Blog do Fernando Ribeiro

Chove em 100 municípios cearenses nesta sexta-feira

Choveu em 100 municípios cearenses até as 9h15min desta sexta-feira, segundo informação divulgada pelo boletim da Funceme.
Confira as maiores:
Granja (Posto: Pessoa Anta) : 61.0 mm
São Gonçalo Do Amarante (Posto: Croata) : 56.6 mm
Granja (Posto: Granja) : 50.6 mm
Quixeramobim (Posto: Paus Brancos) : 45.0 mm
São Luís Do Curu (Posto: Sao Luis Do Curu) : 44.0 mm
Cariús (Posto: Sao Sebastiao) : 40.0 mm
Quixeramobim (Posto: Radar Quixeramobim) : 39.4 mm
Massapê (Posto: Massape) : 37.4 mm
Potengi (Posto: Potengi) : 37.0 mm
Amontada (Posto: Icarai De Amontada) : 37.0 mm.
Com Blog do Eliomar

Confira os plano de intenet fibra óptica da Brasilink Camocim

Resultado de imagem para internet fibra ópticaAlta tecnologia com mais velocidade e pioneirismo. A Brasilink segue ampliando seus serviços em Camocim, implantando, pela primeira vez na cidade, conexão de internet através de fibra óptica.
Ou seja, o que você já fazia por meio da eficiência da Brasilink, agora vai poder fazer com bem mais rapidez. Isso inclui jogos online, vídeos, compartilhamento de arquivos, uploads e muito mais. 
Com planos e preços que cabem em seu orçamento, a Brasilink está oferecendo velocidades que vão de 5MB a 30MB. Conecte sua casa ou empresa no melhor provedor de internet da cidade, agora com fibra óptica.
Confira os planos: 5 MB (R$ 69,90) - 10 MB (R$ 79, 90) - 20 MB (R$ 99,90) - 30 MB (R$ 129,90)
A Brasilink atua em Camocim, Ubajara, Tianguá, São Benedito, Ibiapina, Viçosa do Ceará e Barroquinha, tendo no serviço de plantão seu maior diferencial. Para saber mais sobre os planos oferecidos, entre em contato com a Brasilink Camocim pelos seguintes Tels:  (88) 9 9819-6753 / (88) 9 9467-4770 / (88) 9 9494-1701. Se preferir, visite a sede da empresa, localizada à Rua Dr.João Thomé, 551 (vizinho à Funerária São Francisco).
Com Camocim Online

Nota do Deputado João Jaime aos Jijoquenses

O Deputado Estadual João Jaime (DEM), emitiu nota sobre o seu Projeto de Lei Nº 55/2017 apresentado na Assembleia Legislativa, que "Disciplina a Instalação de Empreendimentos, Obras, Atividades, e Autorização para desmatamento na APA da Lagoa de Jijoca de Jericoacoara", que gerou polêmica no município de Jijoca de Jericoacoara. Confira  a nota.

Caros amigos de Jijoca de Jericoacoara, venho por meio desta, explanar meu Projeto de Lei que disciplina a questão de obras e empreendimentos na Área de Preservação Ambiental (APA). Não é novidade que esta causa deu início à minha história com o município. Criei a APA, atualizei-a e agora venho através desse projeto, disciplinar os empresários que visão usufruir de grandes negócios em detrimento de nossa Natureza. Dito isso, quero destacar que este projeto tem como único objetivo, preservar a mata nativa e a nossa Lagoa, ameaçadas por projetos que as ferem integralmente.

Desta forma, a propositura proíbe terminantemente licenciamento ambiental e autorização para desmatamento de mais de 500 m2, sejam para construção de depósitos artificiais de água (piscinas) com mais de 50 m2 ou parques aquáticos e loteamentos. Proibição exclusiva para empreendimentos futuros que choquem com a APA. Entretanto, os comércios e empreendimentos já existentes e devidamente regularizados, em nada sofrerão com o devido projeto. Muito pelo contrário, estarão protegidos e devidamente respaldados.

Afora isso, quero destacar meus 3mil e 769 votos da última eleição. Votos estes, que me fortaleceram ainda mais no Legislativo Cearense, me deixando mais ativo as causas deste município e jamais passivo a conversas e fofocas de “comadres” que em nada contribui para Jijoca e, na tentativa de descredenciar meu eleitorado, deturpam minha fala e minhas ações. Recentemente, fiz uma postagem a respeito da estrada para o preá e afirmei que o pior estaria por vir. Ao fazer essa afirmativa, fiz referência a concorrência que a sede de Jijoca iria ter com o município de Cruz, dos transtornos econômicos que sofreria em consequência disso. Jamais fazendo aviso prévio de retaliações.

Eu, como deputado votado neste município, tenho obrigação de trabalhar em sua defesa. Defesa essa, que os políticos que são votados em Jijoca, deveriam fazê-lo. Para que não se corra o risco de perdermos nosso maior patrimônio: as dunas, o serrote, a vila de jeri e a lagoa da Jijoca. Não pudemos ser imediatistas para termos prejuízos irrecuperáveis no futuro. Sou um político de posições e as assumo. O julgamento de hoje será o reconhecimento do futuro. Haja vista minha luta de 35 anos atrás, contra os que queriam ser donos de Jeri.

Se não tivesse agido firmemente, hoje Jijoca ainda seria um distrito pobre de Cruz. Muitos dos que deturpam minhas palavras, estão agindo por interesses contrariado. Jijoca permanecerá com todo cuidado, respeito e zelo de sempre. Muito obrigado pela confiança!

João Jaime (Deputado Estadual)
Via Blog O Acaraú

Loja doará vestido para noiva assaltada em Messejana

Peça original foi tomada da jovem por criminosos na última terça-feira (28)
Assaltada na última terça-feira (28), a professora de balé Karoline Késsia, de 20 anos, que teve seu vestido de noiva roubado por criminosos, recebeu uma ótima notícia. Uma loja especializada em casamentos se comoveu com a história e decidiu doar a roupa.
De casamento marcado para o próximo dia 22 de abril, Karoline levava a peça para ajustar, quando foi abordada pelos criminosos, na Rua Chico França, em Messejana.
Mesmo cedendo seus pertences, a moça teve o vestido roubado, tendo o pedido para que a roupa não fosse levada ignorado.
"Eu pedi para eles não levarem, só o vestido, que era vestido de noiva, e feito sob encomenda, mas ele continuou apontando a arma pra mim e pedindo tudo", disse.
A peça, feita sob medida custou R$ 1.300, mas segundo a professora tinha um valor afetivo, pois tinha sido personalizada, após ela ter visto um modelo parecido em uma costureira.
CNews

Sem dinheiro, Cunha cobra dívidas de ex-colegas

Resultado de imagem para Sem dinheiro, Cunha cobra dívidas de ex-colegasPreso e com os bens bloqueados, Eduardo Cunha (PMDB/RJ) tem mandado recados a ex-colegas. Queixando-se de dificuldades financeiras, cobra o pagamento de dívidas antigas. A condenação, na quinta-feira (30/03), reacendeu o temor de que, encurralado, Cunha feche delação. Todas as fichas estão voltadas, agora, para o habeas corpus que será julgado em breve pelo Supremo Tribunal Federal - STF.

Serasa realiza mutirão para inadimplente renegociar dívida

A campanha permite que o consumidor faça a renegociação no site da Serasa ou em 20 mil postos de atendimento
O SerasaConsumidor realiza até o próximo domingo (02/04), o Líquida Dívidas, maior evento nacional de recuperação de crédito. Na ação, a pessoa inadimplente pode renegociar suas dívidas e limpar o nome com descontos, que podem chegar a 90% do valor da dívida, dependendo da situação e do credor. A campanha permite que o consumidor faça a renegociação no site da Serasa ou em 20 mil postos de atendimento.
Segundo estudo da Serasa Experian, em janeiro de 2017, bateu recorde o número de inadimplentes para o mês: 59,7 milhões de pessoas com dívidas atrasadas em todo o País, o que representa 40% da população adulta. "O Liquida Dívidas é a oportunidade para que os consumidores quitem suas dívidas com descontos e limpem seu nome ainda no primeiro trimestre do ano. Esse é o desejo de empresas e consumidores, por isso estamos criando o movimento. A inadimplência não interessa a ninguém", afirma Silvio Frison, vice-presidente do SerasaConsumidor.
De acordo com o vice-presidente, a importância do evento está na oportunidade de empoderar o consumidor a reassumir o controle de sua vida financeira: "Reabilitar o crédito é uma forma de resgatar a dignidade financeira do consumidor. O trabalhador inadimplente que já teve acesso ao FGTS pode utilizar o recurso para limpar o nome. Já para os credores, dar a chance de os clientes voltarem a ter o nome limpo contribui para a retomada da economia", diz Frison.
Além da página na internet, a população pode contar com atendimento em várias agências da Serasa pelo país, que estão funcionando em horário normal para consulta ao CPF, esclarecimento de dúvidas e orientação dos consumidores sobre a participação no Liquida Dívidas. Até domingo, os paulistanos também podem contar com um posto avançado da Serasa, montado no Vale do Anhangabaú, na capital paulista, que oferece apoio ao Liquida Dívidas. A tenda disponibiliza ainda computadores, internet e impressoras para que o cidadão realize sua própria consulta no site da Caixa para verificar a situação do FGTS, se necessário. 
Fonte: Com informações do Estadão Conteúdo.

Noiva é assaltada em Fortaleza e fica sem o vestido de casamento

A menos de um mês para um casamento, os preparativos estão a todo vapor. A prova do vestido de noiva era uma das tarefas desse período. E, infelizmente para Karoline Késsia, no teste da roupa antes da cerimônia, ela sofreu um assalto e teve o vestido levado. 
Um casal em uma moto abordou a professora de balé e uma amiga que estava com ela e levou todos os pertences delas, como celular, bolsa, carteira e também o vestido de casamento de Karoline.
Segundo a irmã da vítima, Karine Nobre, a noiva ainda pediu que não levassem a roupa. “Ela pediu que não levassem o vestido dela, mas infelizmente eles levaram do mesmo jeito”, disse.
O assalto aconteceu na última terça-feira (28), na Rua Chico França, no Bairro Messejana, próximo ao terminal de ônibus, em Fortaleza. Ainda de acordo com informações da irmã, Karoline e o noivo Lucas Anderson juntaram dinheiro durante um ano para a cerimônia de casamento, e que agora, mesmo com esse percalço, o casamento irá acontecer.
“Eles irão casar dia 22 de abril, em uma casa de praia no Presídio, e realizar o sonho deles”, afirmou. Confira a história completa AQUI.
Após publicar em um grupo nas redes sociais, a noiva conseguiu ganhar um vestido de noiva para o dia do casamento, o que deixou ela menos triste e frustrada. “Ela viu aquele modelo de vestido e pediu para a costureira realizar do jeito que sonhava, após o roubo ela ficou muito desanimada e triste, mas pelo menos agora ela terá um para o dia, mas claro que seria bom que conseguissem localizar o vestido com o qual ela sempre quis”, desabafa a irmã.
Karine Nobre disse ainda que o noivo tentou procurar o vestido pelos bairros próximos e descobriu que o casal já tentou vender a roupa em algumas lojas de casamento no Bairro São Cristóvão. Karoline registrou Boletim de Ocorrência e aguarda as investigações da Polícia.
Fonte: Tribuna do Ceará

Eduardo Cunha é condenado a 15 anos de reclusão por três crimes na Lava Jato

Sentença do juiz federal Sérgio Moro é desta quinta-feira (30); o ex-presidente da Câmara está preso desde outubro de 2016.
O juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato na primeira instância, condenou nesta quinta-feira (30) o deputado cassado e ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) a 15 anos e 4 meses de reclusão. Esta é a primeira condenação dele na Lava Jato.
Na denúncia oferecida à Justiça Federal, o Ministério Público Federal (MPF) acusou Eduardo Cunha de receber propina em contrato da Petrobras para a exploração de petróleo no Benin, na África. O ex-deputado é o único réu deste processo, que estava no Supremo Tribunal Federal (STF) e foi encaminhado à 13ª Vara da Justiça Federal no Paraná após Cunha ser cassado.
"O condenado recebeu vantagem indevida no exercício do mandato de Deputado Federal, em 2011. A responsabilidade de um parlamentar federal é enorme e, por conseguinte, também a sua culpabilidade quando pratica crimes. Não pode haver ofensa mais grave do que a daquele que trai o mandato parlamentar e a sagrada confiança que o povo nele deposita para obter ganho próprio. Agiu, portanto, com culpabilidade extremada, o que também deve ser valorado negativamente", afirmou o juiz federal na sentença.
A defesa do deputado cassado informou que vai recorrer ao Tribunal Regional Federal (TRF) da 4ª Região, em Porto Alegre (RS).
"A defesa protocolou as alegações finais no início da noite de segunda-feira [27]. Causa perplexidade a velocidade com que a sentença foi proferida, o que nos leva a duas conclusões: a peça da defesa, para o juiz, foi mera formalidade, eis que, muito provavelmente sua excelência já tinha, no mínimo, uma minuta de decisão elaborada; e, mais uma vez, tenta evitar que o STF julgue a ilegalidade das prisões provisórias por ele decretada. Isso é lamentável e demonstra a forma parcial que aquele juízo julgou a causa", declarou a defesa.
O ex-presidente da Câmara está preso no Complexo Médico-Penal de Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, desde outubro de 2016. Na sentença, o juiz disse que ele deve continuar preso durante a fase de recursos do processo. Moro alega que, mesmo na cadeia, Cunha tentou chantagear e ameaçar testemunhas.
Dinheiro a ser devolvido
Segundo sentença, Eduardo Cunha recebeu cerca de US$ 1,5 milhão – atualmente de cerca de R$ 4.643.550. Este valor foi usado como base para definir o ressarcimento para a Petrobras.
“Apesar da Comissão Interna de Apuração da Petrobras ter apontado um prejuízo de cerca de 77,5 milhões de dólares, reputo mais apropriado fixar um valor mais conservador, correspondente ao montante da vantagem indevida recebida, de um milhão e quinhentos mil dólares. Trata-se aqui do valor da indenização mínima, o que não impede a Petrobras ou o MPF de perseguirem valores, no cível, adicionais”.
Segundo o juiz Sergio Moro, uma futura progressão de regime para o semiaberto ficará “condicionada à devolução do produto do crime, no caso a vantagem indevida recebida”.
Crimes absolvidos
Sérgio Moro absolveu o deputado cassado de lavagem de dinheiro em relação a uma transferência bancária internacional porque, de acordo com o juiz, os valores não foram provenientes de propina. O juiz também absolveu o réu de um crime de evasão de divisas, em relação à omissão de saldo de contas mantidas no exterior.
Michel Temer
Em 2016, Cunha protocolou um documento, no sistema eletrônico da Justiça Federal do Paraná, com 41 questões para serem respondidas pelo presidente Michel Temer (PMDB), arrolado como sua testemunha de defesa neste processo.
Moro barrou 21 delas. À época, o juiz federal considerou parte das questões como inapropriadas ou então sem pertinência com o objeto da ação penal.
Nas alegações finais, os advogados que defendem Cunha pediram que Moro fizesse as 21 questões barradas ao ex-presidente.
Com relação às acusações de Cunha contra o presidente Michel Temer, na sentença Moro afirmou que o juízo não tem "competência para apurar condutas do Exmo. Sr. Presidente da República" e que "não se pode permitir que o processo judicial seja utilizado para que a parte transmita ameaças, recados ou chantagens a autoridades ou a testemunhas de fora do processo".
Aneurisma
Em fevereiro deste ano, durante o trâmite do processo, a defesa de Cunha apresentou exames que mostram o aneurisma cerebral do cliente, além de relatório e atestado médicos. Ele revelou a doença ao juiz durante o interrogatório e a comparou ao caso da ex-primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva, que morreu naquele mesmo mês.
À época, a Secretaria de Estado de Segurança Pública e Administração Penitenciária (Sesp) disse que o problema de saúde não excluia a custódia do deputado cassado, já que o aneurisma pode se romper em qualquer lugar, como na casa dele. "Mesma condição ele teria dirigindo um carro", exemplificou o diretor Luiz Alberto Cartaxo Moura.
Cunha se negou a realizar um novo exame no Complexo Médico-Penal.
Outras ações
Cunha responde a outras duas ações penais. Uma tramita na 10ª Vara Criminal Federal de Brasília e é relativa à Operação Sépis, um desdobramento da Lava Jato. O deputado cassado é suspeito de envolvimento em um esquema de propina para liberação de recursos do Fundo de Investimentos do FGTS (FI-FGTS), administrado pela Caixa Econômica Federal.
A outra ação penal foi encaminhada por Moro ao Supremo Tribunal Federal. Ela investiga se o ex-presidente da Câmara recebeu propina de US$ 5 milhões em contratos de construção de navios-sonda da Petrobras.
Na Justiça Federal do Paraná, Cunha responde a uma ação civil de improbidade administrativa, também movida no âmbito da Operação Lava Jato, que alega a formulação de um esquema entre os réus visando o recebimento de vantagem ilícita proveniente de contratos da Petrobras. A ação corre na 6ª Vara Cível.
Fonte: G1

Delegacia de Sobral é atacada na madrugada

Câmeras de segurança flagraram um possível suspeito circulando nas imediações
A Delegacia da Polícia Civil de Sobral, 240 km de Fortaleza, foi atacada nesta quinta-feira (30). O suspeito teve acesso ao prédio pelos fundos. 
De acordo com a Polícia Civil, um homem foi flagrado por câmeras de segurança circulando nas imediações da unidade, possivelmente no horário em que o crime aconteceu. Como havia pouco movimento nas ruas, será investigado se este é o homem que atacou a unidade. 
Procurada, a Delegacia de Sobral informou que o caso está sendo analisado e maiores detalhes não podem ser repassados para não atrapalhar a investigação. 
A Secretaria de Segurança do Ceará informou que a Polícia Militar realiza levantamentos para identificar e prender o suspeito. O crime só foi notado durante a manhã, quando os policiais estavam chegando à delegacia.
CNews
Foto: Sobral 24 horas/Reprodução

Grupo ataca agência do Banco do Brasil de Cedro

Um grupo com cerca de 15 homens, fortemente armados, explodiu a agência do Banco do Brasil de Cedro, a 400 quilômetros de Fortaleza. Estabelecimentos vizinhos também foram afetados pela explosão. Segundo informações, a ação aconteceu nesta sexta-feira (31), por volta de 1 hora.
Ainda de acordo com relatos, a quadrilha se dividiu em dois grupos, sendo que um atacou a delegacia local, trocando tiros com a Polícia, e os demais criminosos partiram em direção à instituição bancária.
Após o crime, o grupo deixou o local. Ainda não há informações se os criminosos conseguiram levar o dinheiro do cofre.

Policiais de cidades vizinhas, como Iguatu, foram acionados para dar apoio em Cedro e iniciar os trabalhos de busca na região. Até o momento, ninguém foi preso.
Imagens enviadas via Whatsapp mostram o interior da agência, que ficou destruído, com partes do forro caídas e vidros estilhaçados, além do teto e de uma parede bastante danificados.

Em 2017
De acordo com dados colhidos no site do Sindicato dos Bancários, este foi o 22º ataque a instituições bancárias no Ceará em 2017. A última ação, segundo a página, aconteceu no dia 11 de março, em Ibaretama, quando criminosos tentaram violar um caixa eletrônico. Já a última investida com explosivos aconteceu em Icapuí, no último dia 8, no Banco do Brasil.

Vale lembrar que os dados do sindicato compreendem ações como saidinhas e chegadinhas bancárias, ataques a carros-fortes, arrombamentos com explosivos, assaltos e violação a caixas eletrônicos.
CNews

Confirmações de chikungunya no Ceará aumentam 722% em menos de dois meses

Resultado de imagem para chikungunya no CearáAs confirmações de casos de febre chikungunya, doença transmitida pelo mosquito aedes aegypti — assim como dengue e zika —, aumentaram 722% no período entre a primeira semana de fevereiro e a penúltima semana de março, de acordo com boletim de arboviroses da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa). O número sobe de 227 para 1.867. Do total, 1.024 são registrados em Fortaleza. As notificações de casos tiveram crescimento de 546%, aumentando 1.341 para 8.667.
Dos casos confirmados, 67,7% concentraram-se nas faixas etárias entre 20 e 59 anos e 61,4% são mulheres.
De acordo com a coordenadora de Promoção e Proteção à Saúde da Secretaria da Saúde (Sesa), Daniele Queiroz, o aumento se dá devido ao período de sazonalidade da doença, relativo ao aumento de chuvas, calor e umidade. Segundo ela, a suscetibilidade da população à chikungunya, tendo em vista que é uma doença recente, também é uma das razões para o aumento significativo de casos.
Para Daniele, no entanto, a situação do Estado ainda é de “baixo risco”. “A incidência é de 93,7 casos suspeitos por 100.000 habitantes”, detalha. Ela cita que existem municípios apresentando cenário de alto risco, com incidências acima de 300 casos por 100 mil habitantes. De acordo com boletim da Sesa, os municípios de Aracoiaba, Independência, Ocara, Groaíras, Canindé, Caucaia e Cascavel estão nessa situação. As cidades de Baturité e Pentecoste preocupam, apresentando incidência maior de casos do que a taxa de alto risco.
O alto número de notificações, de acordo com a coordenadora, é devido a “alta incidência de várias viroses que podem ser confundidas pela sua sintomatologia”. “A notificação é feita diante da simples suspeita. Para confirmar deve-se utilizar o critério laboratorial ou por vínculo com outros casos que tiveram confirmação laboratorial, e ainda pela clínica”, esclarece a coordenadora.
Ainda segundo Daniele, “a Sesa dispõe de um plano de Vigilância e Controle das Arboviroses, lançando no final do ano passado, para auxiliar as Coordenadorias Regionais de Saúde e municípios nas ações de enfrentamento”. “É realizado um monitoramento semanal da situação entomoepidemiológica dos municípios, gerando cartas de alerta a todos os que se encontrarem em situação de risco aumentado para arboviroses. Além de um Comitê Estadual de Enfretamento do Aedes aegypti com representantes das Secretarias de Governo e outros órgãos”, cita.
O POVO Online

Mandato do governador do Pará é cassado pela Justiça

Governador poderá permanecer no cargo pois ainda é possível apresentar recursos
O Tribunal Regional Eleitoral do Pará - (TRE/PA) decidiu, na manhã desta quinta (30/03), pela cassação do mandato do governador do Estado, Simão Jatene (PSDB), e de seu vice, por abuso político nas eleições de 2014. Pela decisão, Jatene também fica inelegível por oito anos. O governador poderá permanecer no cargo pois ainda é possível apresentar recursos em outras instâncias da Justiça Eleitoral. A assessoria de Jatene informa que irá recorrer ao próprio TRE e ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). 
Segundo a ação, o governador excedeu o limite legal fixado para distribuição do cheque moradia às vésperas das eleições. O governo do Pará contesta essa informação. Em 2015, a relatora do processo, desembargadora Célia Pinheiro, apresentou um voto contrário à cassação. A juíza federal Luciana Daibes encaminhou um voto em separado pela cassação. Ele foi aprovado por quatro votos contra dois. 
Fonte: Com informações do Grupo Folha

MPF abre ação de improbidade contra PP e pede pagamento de R$ 2 bilhões

Resultado de imagem para pp partido vetorA força-tarefa da Lava-Jato do Ministério Público Federal - MPF ajuizou ação civil pública com pedido de responsabilização por atos de improbidade administrativa contra o Partido Progressista (PP). É a primeira vez que a legenda é responsabilizada pelos crimes investigados pela operação.
A ação pede o pagamento de mais de R$ 2 bilhões, perda de cargos e suspensão de direitos políticos e perda dos direitos de contagem e benefício da aposentadoria pelo Regime Especial de filiados ao partido. O PP indicou o ex-diretor de Abastecimento da empresa, Paulo Roberto Costa, preso na segunda fase da Lava-Jato.

quinta-feira, 30 de março de 2017

Jovem que trabalhava roçando capim vai cursar medicina na UFC; assista

Um jovem mostrou com própria vida uma trajetória de sucesso. Ele começou sua vida na roça e, mesmo com as dificuldades, conseguiu mudar o rumo do seu futuro, como mostra o Gente na TV, da TV Jangadeiro/SBT.
Rafael Fernandes de Oliveira conta que, desde criança, ajudava seus pais no Sertão de Jaguaribara, tirando leite e roçando capim, mas sempre foi dedicado aos estudos.
Com 18 anos e com coragem, ele está bem próximo de conquistar o que sempre quis. Ele saiu da roça e passou um uma das faculdades mais difíceis do Brasil. Agora, vai cursar medicina na UFC.

Fonte: Tribuna do Ceará

Argentina aprova uso medicinal da maconha

Resultado de imagem para Argentina aprova uso medicinal da maconhaO Senado argentino aprovou nessa quarta-feira (29), o projeto que libera o uso medicinal da maconha no país. O texto, aprovado por unanimidade pelos 58 senadores, já tinha obtido sinal verde da Câmara dos Deputados em novembro de 2016. A proposta garante a determinados pacientes o acesso ao óleo de cannabis, habilitando a importação até que o governo esteja em condições de produzi-lo.
Defendido por organizações civis como Mamá Cultiva, integrada por mães cujos filhos precisam do óleo de cannabis para aliviar os efeitos de suas doenças, o projeto autoriza que a maconha seja produzida por vários órgãos científicos estatais, com fins de pesquisa, mas não permite o cultivo particular.
"Agora temos um marco legal no uso para a pesquisa, tratamento e produção de cannabis medicinal. Não havia nada na Argentina e foi o que nós, como mães e organização, buscamos", disse à imprensa no Congresso Ana María García, presidente da organização Cannabis Medicinal Argentina (Cameda).
Com essa aprovação, a Argentina se une a outros países latino-americanos como a Colômbia, o Uruguai e o Chile, que já contam com medidas que regulam o uso terapêutico da maconha.
"Estamos muito contentes. É preciso continuar construindo conhecimento a respeito do que falamos sobre cannabis medicinal", acrescentou Ana María, médica e mãe de uma jovem de 24 anos que tem epilepsia refratária.
"É preciso entender que isso, como uso medicinal, já está validado para a dor oncológica, a dor neuropática, a esclerose múltipla. É preciso pensar que há 30% de epilepsias que não respondem à medicação", afirmou.
Após longa sessão, na qual também foram tratados outros assuntos, os senadores decidiram aprovar a iniciativa sem debate prévio, já que o projeto já havia recebido amplo tratamento e consenso em comissões legislativas.
Uma vez que o Estado possa produzir a substância, terão prioridade os centros que integram a Agência Nacional de Laboratórios Públicos.
Além disso, a lei, que deverá agora ser regulamentada, autoriza o cultivo de cannabis por parte do Conselho Nacional de Pesquisas Científicas e Técnicas e do Instituto Nacional de Tecnologia Agropecuária com fins de pesquisa e para elaborar a substância destinada aos tratamentos.
"É o que fomos decidindo, em princípio. Com 50 anos de proibição, é uma lei de começo, depois vamos construir tudo", ressaltou a presidente da Cameda, lembrando que, apesar de várias províncias já contarem com legislação na matéria, esta é a primeira vez que se aprova uma norma assim em âmbito nacional.
Fonte: Agência EFE

Polícia prende líder religioso com armas no interior do CE

Material apreendido (Foto: divulgação SSPDS)
Agentes da Polícia Civil prenderam, na última terça-feira (28), um líder religioso que guardava armas e munições dentro de sua propriedade, no município de Barreira, a 72 quilômetros de Fortaleza. O suspeito foi identificado como Francisco das Chagas de Oliveira, de 46 anos, que é natural de Canindé.
Ao ser questionado se possuía armas em casa, o pastor negou, mas após buscas realizadas no imóvel do religioso e em uma oficina de motocicletas, os policiais encontraram um rifle calibre 44 e uma espingarda calibre 28, além de diversas munições de ambos os calibres.
De acordo com as investigações, Francisco das Chagas costumava efetuar disparos de arma de fogo na vizinhança. Em depoimento, o pastor revelou que usava o material para caçar animais e utilizava a oficina para guardar as armas.
O suspeito, não possuía antecedentes criminais, foi conduzido para a Delegacia Regional de Baturité, onde foi autuado em flagrante nos crimes de posse irregular e porte irregular de arma de fogo de uso permitido.
Fonte: CNews

Luciano Huck fala sobre convite para disputar presidência do Brasil

O apresentador está prestes a estrear um quadro que dará visibilidade a líderes e empreendedores sociais. Luciano Huck, 45, colocou blazer para gravar o primeiro "Caldeirão do Huck" desta temporada, na quinta-feira (23/03). 
A justificativa para o look formal para comandar o programa que vai ar neste sábado (01/04), marcando seus 17 anos na Rede Globo, foi homenagear cinco brasileiros no especial "Inspiração". O novo quadro dá visibilidade a líderes e empreendedores sociais que unem quatro características que Huck espera ver também no candidato a presidente da República em 2018: "Carisma, capacidade de implementação, ética e altruísmo".
Em entrevista à Folha de S.Paulo o apresentador diz que sua geração está pronta para ocupar os espaços de poder e que diante do colapso do sistema político e da crise ética novas lideranças vão surgir. Ele fica em cima do muro sobre o assédio de partidos e pesquisas de opinião que lhe colocariam na corrida rumo ao Planalto.
Pergunta - Como explica a trajetória de apresentador que lançou Tiazinha e que hoje leva ao palco prêmio Nobel da Paz e professor de ética de Harvard?
Luciano Huck - Fui amadurecendo. A pauta pessoal norteia muito a tua comunicação. Há 20 anos, meu universo era de menino. Orbitava na escola ou na faculdade em que estudava, nos amigos que carregava desde a infância. Fui ampliando as áreas de interesse, tentando entender qual é a minha missão no mundo como apresentador, pai, marido, brasileiro, cidadão.
Pergunta - Qual é sua missão?
Huck - O poder que conquistei através do microfone é resultado de muito trabalho. Tenho 40 milhões de seguidores nas redes sociais e 18 milhões de pessoas todo sábado assistindo o programa. Espero dar muito trabalho para o meu biógrafo. No final da história, ficarei contente se puder ter melhorado o mundo à minha volta. Não gosto da ideia de viver de forma passiva. Somos curadores em tempo integral do futuro que queremos, precisamos imaginá-lo e criá-lo.
Pergunta - Que marca quer deixar?
Huck - A minha geração tomou as rédeas do dia a dia. Você vê um ministro do Supremo de 47 anos [Alexandre de Moraes, que tem 48]. O CEO da BRF [Pedro Faria] tem 42. É uma geração que ainda não está na política como deveria, mas vai estar. A renovação que a gente precisa passa por uma renovação geracional. Tive o privilégio, que pouca gente tem, de entrar nas casas das pessoas. Viajei o Brasil todo. Sem nenhum crachá político. Estou numa fase altamente produtiva, líder de audiência em um espaço relevante e comercialmente viável. Bicho, vamos usar isso para o bem.
Pergunta - Você abre a temporada com um quadro chamado "Inspiração". O que te inspira?
Huck - Tropeçar em pessoas que tenham capacidade de tirar do papel ideias que melhorem a vida das demais. As lideranças no mundo têm que reunir quatro características principais. Carisma é fundamental, capacidade de implementação. Mas, se ficar só nestas duas, você pode botar Hitler e Gandhi no mesmo saco. Acrescenta ética e já tira um monte da lista. Só que a pessoa carismática e ética pode ser egoísta. Aí coloca o altruísmo e você encontra os líderes que admiro.
Pergunta - Você se enxerga nestas características?
Luciano Huck - Ih, eu preciso melhorar muito. Você não nasce necessariamente altruísta. As experiências de vida vão te ensinando.
Pergunta - São qualidades que candidatos à Presidência da República deveriam ter?
Luciano Huck - São características fundamentais para que alguém de fato possa transformar o país e aproveitar essa oportunidade, que é o colapso político e a crise ética, para liderar um projeto novo de país.
Pergunta - Há dez anos, você declarou que poderia se lançar à Presidência no futuro. Esse momento chegou?
Luciano Huck - Esta é sempre a pergunta pegadinha. Não dá para responder na atual conjuntura. Falando seriamente, nossa geração chegou a um momento em que tem capacidade, saúde, força de trabalho, relevância, influência. Quem entrou na faculdade em 1990 está chegando agora aos espaços de poder. Faço parte desta geração. Estamos vivendo um trauma moral e ético que se soubermos capitalizar para o bem, tenho convicção de que daqui a 10, 20, 30 anos vamos ter um país de fato diferente e mais justo.
Pergunta - Fazendo política?
Luciano Huck - Já faço política, fazendo televisão aberta no Brasil, com o poder que a Globo tem, trazendo boas histórias, dando opinião. Agora, se me perguntarem se vou concorrer a algum cargo eletivo, eu não sei responder. E qualquer tipo de resposta é especulação, fofoca.
Pergunta - Há pesquisas que já mostrariam seu nome entre os candidatos. Você foi informado dos resultados de tais sondagens?
Luciano Huck - Cara, o Brasil precisa de renovação e tem uma classe política completamente desmoralizada, sem nenhum apelo popular, atração, charme. Se vai ser eu, não faço a menor ideia. Quero poder ajudar a identificar lideranças.A resposta à pergunta objetiva é não.
Pergunta - É assediado por partidos?
Luciano Huck - Não vivo encastelado. Tô na favela, no sertão, em Brasília. Tenho amigos políticos, nas Forças Armadas, na torcida do Corinthians, na favela, no samba, no futebol.
Pergunta - Você não respondeu à pergunta. Partidos o assediam?
Luciano Huck - Nunca efetivamente.
Pergunta - Não teve convite para se lançar a nada?
Luciano Huck - Não, mas também não te responderia [risos].
Pergunta - Você foi às manifestações?
Luciano Huck - Não fui pra rua. Tenho minha opinião pessoal.
Pergunta - Qual é?
Luciano Huck - A mobilização não é contra A, B, C. O sistema todo entrou em colapso. Independentemente de partido, de ideologias. E a falência do sistema como um todo é uma oportunidade como poucas na história do Brasil. Vamos aproveitar que o castelo caiu e construí-lo direito, em outras bases. Bicho, vamos colocar a base da ética, da transparência. Independente de que partido você é, da cor da bandeira que você levanta. Todo mundo deveria querer usar as ferramentas políticas e o poder do Estado para melhorar a vida de todos.
Pergunta - Como fazer isso diante da polarização?
Luciano Huck - O único jeito de arrumar esse país é se a gente conseguir fazer um pacto apartidário. Sem revanchismo, sem revolta. Se foi golpe ou se não foi golpe, não importa.
Pergunta - E como mudar esse sistema?
Luciano Huck - O presidente da República Michel Temer pode ficar para a história do Brasil se souber usar a impopularidade dele para fazer o que precisa, para corrigir os erros da construção da nossa democracia. Fazer voto distrital e um monte de coisas para acabar com incongruências, vícios. Outro dia, fui gravar no interior de Alagoas, com uma empreendedora social. O município tinha IDH horroroso, com 50% de analfabetos. A iniciativa dela tinha, de verdade, transformado a comunidade.Na segunda gravação, apareceu a prefeita, não vou dar nome, que não tinha nenhuma conexão com o lugar. Ia lá duas vezes por mês, morava em Maceió. Óbvio que foi eleita porque o sistema está errado.
Pergunta - O que espera da Operação Lava Jato? Qual é a sua opinião sobre o juiz Sergio Moro?
Luciano Huck - Sou a favor de todos os movimentos que ajudem a refazer e ressignificar as bases morais e éticas do Brasil. E sem dúvida a Lava Jato é o principal deles. Moro é um homem de coragem, e tenho certeza que os ecos das suas atitudes irão trazer muito benefícios para as próximas gerações.
Pergunta - Dos nomes já colocados, você tem alguma preferência para 2018?
Luciano Huck - Se falar isso agora, eu vou estar me colocando. Não é hora. Tem muita gente se organizando pra isso, com projeto legal, boas ideias, vontade de botar a mão na massa e vocação pública.Só precisa de fato dar espaço para quem não está viciado em velhas práticas.
Pergunta - Acham que você é tucano?
Luciano Huck - Eu não sou tucano, mas sou muito próximo do Fernando Henrique, a cabeça mais moderna do Brasil e ele tem 85 anos. Sou amigo do Aécio [Neves, senador mineiro] desde que passei a dividir minha vida entre Rio e São Paulo, há 17 anos. Tenho carinho por ele, mas foram pouquíssimas as vezes que misturamos esta amizade com política.
Pergunta - FHC andou falando a interlocutores que você poderia ser um nome em 2018?
Huck - O presidente gosta de mim, é meu amigo. Minha mãe é urbanista e casada há décadas com o economista Andrea Calabi, que participou ativamente dos principais governos tucanos no âmbito federal e estadual. Natural que a política tenha pautado vários almoços e jantares familiares desde que me entendo por gente. Minha visão política não vou colocar aqui publicamente neste momento. É delicada. Temos que ver como vai ser o financiamento de campanha. Quem pode dar dinheiro para campanha de maneira legal.
Pergunta - Neste cenário, a campanha de um nome da TV seria mais barata, por ser conhecido?.
Luciano Huck - Não tem campanha nenhuma. O que vai acontecer em 2018 está ainda em aberto. Grande incógnita. Isso angustia todo mundo, o cidadão normal, a imprensa, quem quer investir no Brasil.A solução pode ser muito boa, pois esse colapso da classe política pode gerar lideranças positivas, como também pode gerar lideranças controversas.
Pergunta - O brasileiro anda com a autoestima lá embaixo mesmo com Copa e Olimpíada?
Luciano Huck - De novo, não tem liderança. Não tem projeto. Você não vê ninguém fazendo sinapses e reflexões que de fato inspirem a sociedade como um todo. A hora em que aparecer uma liderança que faça as pessoas acreditarem que vai ter um novo capítulo de ética, de altruísmo, junta todo mundo. São Paulo é um bom exemplo.
Pergunta - Por causa da eleição do João Doria?
Luciano Huck - Sem dúvida. João não é político tradicional, não tem os vícios nem coisas debaixo do tapete que a velha política teve. Isso faz diferença.
Pergunta - Como lidou com as vaias no Maracanãzinho na Olimpíada?
Luciano Huck - Não vou ser unanimidade nunca. Mas estou em paz com minha consciência.O que a minha carreira me proporcionou e as relações que construí, eu estou usando para o bem. E não só de quem está a minha volta. Podem não gostar do que eu faço, da televisão que eu produzo, do que eu penso, mas eu sou isso aí.
Fonte: Com informações do Grupo Folha.
Foto: Divulgação / Gshow - O Entretenimento da Globo

Após ser demitido pela Rede Globo, Bruno Laurence assina com Fox Sports

Bruno foi demitido após 13 anos de trabalho com a Rede Globo
Recentemente, a Rede Globo decidiu renovar se departamento de jornalismo optando ficar com profissionais novatos ao invés dos experientes. Sem explicações, nomes com um vasto tempo de casa foram trocados ou simplesmente tirados do ar. Na ocasião, Ernesto Lacombe e Bruno Laurence acabaram perdendo espaço e foram demitidos.
No caso de Laurence, rumores apontavam uma negociação com a FOX Sports e a contratação acabou acontecendo. O acordo entre o canal e o jornalista foi assinado na terça-feira (28/03). De acordo com a coluna do Flávio Ricco, o profissional agora faz parte do casting do canal de esportes, estreando pela primeira vez em outra emissora após 13 anos de trabalhos para o departamento esportivo da Rede Globo.

Ciro Gomes inicia giro de palestras pelo Exterior

Resultado de imagem para Ciro Gomes - palestrasO pré-candidato a presidente da República pelo PDT, Ciro Gomes, vai iniciar, a partir de abril, uma nova temporada de palestras. Só que, dessa vez, circulará por universidades dos EUA e da Europa.
Ciro encerrou ontem o ciclo em Minas, terra do tucano Aécio Neves, mais precisamente em Juiz de Fora.
Ele informou que a primeira conversa ocorrerá na Universidade da Pensilvânia (EUA), com o tema Cenários da Política do Brasil.Depois, tomará a rota europeia, onde falará em universidades de Portugal, Espanha e França.
O objetivo é denunciar o golpe, o processo de retrocesso social que, conforme o pré-candidato, se instalou no País “por esse governo corrupto do Temer.
Da Coluna Vertical, do O POVO

Inadiplentes e famílias sem condições de pagar contas crescem no país

Resultado de imagem para Inadimplentes e famílias sem condições de pagar contas crescem no paísO percentual de famílias com dívidas ou contas em atraso chegou a 23,7% em março deste ano, segundo dados da Pesquisa Nacional de Endividamento e Inadimplência do Consumidor, divulgada hoje (28), pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). A taxa é superior aos 23% de fevereiro deste ano e aos 23,5% de março do ano passado.

Programa Farmácia Popular deverá ser reduzido

Imagem relacionadaAs unidades próprias do Farmácia Popular devem acabar. Em reunião marcada para esta quinta, 30, em Brasília, o Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde vai apresentar seu voto favorável à extinção desse formato do programa, lançado em 2004 e um dos símbolos do governo Lula (PT). O conselho vai propor que recursos sejam transferidos para custear a compra de medicamentos distribuídos nas unidades básicas de saúde.

Teodorico Menezes cobra reembolso de férias do período em que ficou afastado do TCE

Resultado de imagem para teodorico menezesO ex-conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Teodorico Menezes, entrou com ação cobrando que a Corte o reembolse por férias não gozadas entre 2011 e 2016. O intervalo corresponde ao período em que o ex-conselheiro ficou afastado do cargo, após O POVO revelar seu envolvimento no Escândalo dos Banheiros.
O pedido teve entrada nesta terça-feira e ocorre menos de uma semana após aposentadoria do ex-conselheiro ser publicada no Diário Oficial do Estado. Mesmo garantindo benefício de R$ 30,4 mil mensais e não tendo trabalhado no período, Teodorico resolveu buscar reembolso.
Procurada pela reportagem, a assessoria de imprensa do TCE disse que o processo ainda está em fase de instrução e não soube precisar os valores reivindicados pelo ex-conselheiro. Como cada conselheiro tem direito a dois meses de férias por ano e tem soldo de mais de R$ 30 mil, “indenização” poderia chegar a mais de R$ 300 mil.
A assessoria da Corte, no entanto, afirmou “em caráter preliminar” que membros de Tribunais de Contas afastados por decisão judicial – caso de Teodorico – não têm direito a férias. O pedido apresentado por Teodorico Menezes se baseia no artigo 20 do Regimento Interno do TCE, que aponta direito dos conselheiros de serem reembolsados por férias interrompidas “por necessidade de serviço”.
“Deboche”
Nos bastidores do TCE, o que se comenta é que o pedido causou “profundo mal-estar” entre conselheiros. Em ação onde questiona a concessão de aposentadoria a Teodorico, o promotor de Justiça Ricardo Rocha classificou o pedido de indenização como “deboche ao povo cearense e suas instituições”.
Teodorico está afastado do cargo desde 2011, após ser acusado de envolvimento em esquema de corrupção envolvendo programa para construção de kits sanitários do Estado. No final do ano passado, Teodorico, que é ex-presidente do TCE, pediu antecipação da aposentadoria.
A reportagem procurou Teodorico para que ele comentasse o caso. Ele chegou a atender uma das ligações, mas recusou entrevista. “Estou em reunião”, disse. Demais ligações feitas não foram mais atendidas por ele.
Segundo o Ministério Público do Ceará (MP-CE), Teodorico teria desviado até R$ 2 milhões entre junho e agosto de 2010. A verba deveria ter ido para construção de banheiros para famílias carentes. Em decisão unânime, a 2ª turma do STF validou, em 18 de outubro, decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) mantendo ele fora do cargo até o julgamento do caso.
Poucos dias depois, apesar da polêmica, o conselheiro entrou com pedido de contagem de tempo de serviço para aposentadoria.
Saiba mais
O Escândalo dos Banheiros foi revelado pelo O POVO em junho de 2011. A fraude, depois reiterada em investigação do MP-CE, direcionava recursos destinados à construção de kits sanitários para entidades “de fachada” conveniadas.
Nas denúncias, O POVO apontou que a presidente de uma das associações envolvidas possuía cargo no gabinete de Teodorico, na época presidente do TCE. Muitos dos outros gestores de ONGs, segundo o MP, ou trabalhavam para o conselheiro ou estavam lotados no gabinete do filho de Teodorico, o ex-deputado Téo Menezes (DEM).
Em 2015, Teodorico teve outra aposentadoria sua – pelo cargo de contador aposentado desde 1991 pelo Incra – cassada pela Justiça.
O POVO – Repórter Carlos Mazza
Leia mais AQUI.

Bebê é encontrada dentro de vaso sanitário

Uma recém-nascida foi jogada dentro de um vaso sanitário do banheiro do Hospital Municipal de Tauá. A mãe da criança é uma jovem de 17 anos, que entrou em trabalho de parto no local e teve a bebê sozinha. Ela tentou fugir após o ocorrido. 
A bebê foi resgatada por um médico que passava pelo corredor da unidade e ouviu o choro da menina. A criança foi atendida pela equipe médica do local, passa bem e não corre risco de morte. 
Após o ocorrido, a mãe da menina precisou ser hospitalizada pois estava sentido fortes dores abdominais. Segundo a polícia, a avó da criança foi levada até a delegacia, onde afirmou que a filha foi levada para o hospital pois estava com dores na barriga. Ela assegurou que família não tinha conhecimento da gravidez.
CNews

Participante do furto ao Banco Central é preso no Paraná

Policiais militares do Paraná prenderam nesta quarta-feira (29), em Borrazópolis (PR), um dos participantes do furto ao Banco Central de Fortaleza, em 2005. De acordo com a Secretaria de Segurança do Paraná, além deste crime, o homem tinha cinco mandados de prisão em aberto. 
Jean Ricardo Galian, conhecido como “Gordo”, foi encontrado em um sítio de familiares na zona rural do município. Ontem ele tinha sido abordado por policiais em Mauá da Serra. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária do Paraná, os agentes de segurança que o abordaram no dia anterior, suspeitaram o comportamento do homem, ao flagrá-lo com outra pessoa no veículo. 
Os dois apresentaram documentos e como nenhuma irregularidade foi encontrada, eles foram liberados. Uma nova análise constatou que as informações eram falsas e que um dos suspeitos era Jean, participante do ataque ao Banco Central. “A partir daí foi montada a ação deflagrada por volta das 6 horas da manhã desta quarta”, explicou coronel Marcos Antônio Wosny Borba. De acordo com o militar, o uso de documentos falsos era para evitar a prisão. 
A Secretaria de Segurança do Paraná não soube informar se Galian cumpriu integralmente uma pena pelo furto ao Banco Central. Procurada, a Secretaria de Justiça do Ceará (Sejus), informou que os internos são liberados mediante orientação do Poder Judiciário. O Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) foi procurado e informou que o caso ficou sob responsabilidade da Justiça Federal, que ainda não se manifestou sobre o assunto. 
Galian foi preso em setembro de 2006, quando participava da escavação de um túnel que daria acesso aos cofres das agências da Caixa Econômica Federal e do Banco do Rio Grande do Sul (Banrisul). Ao ser preso, ele confessou sua participação no crime ocorrido em Fortaleza. Ele foi condenado a 40 anos e seis meses de reclusão pelos crimes de furto, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. Pouco tempo depois, a Justiça reduziu sua pena a oito anos e seis meses de prisão. 
Em Fortaleza, foram levados mais de R$ 164 milhões em cédulas de R$ 50. O túnel foi aberto a partir de uma casa alugada pelos criminosos.

Filho de Michael Schumacher, de 18 anos, fala sobre o pai pela primeira vez

Mick sonha em vencer a F1, tal qual Schumi fez em sete ocasiões
Prestes a estrear na Formula 3, o filho de Michael Schumacher, Mick, falou pela primeira vez sobre o pai à TV alemã RTL. "Meu pai é meu modelo de vida, simplesmente por ser o melhor. Ele é meu ídolo", disse, acrescentando que se inspira no jeito de pilotar do heptacampeão para desenhar seu próprio estilo. "Meu objetivo é ser campeão da Formula 1. Acredito que seja o desejo de todo piloto", prosseguiu.
Michael Schumacher sofreu um grave acidente enquanto esquiava na França, em 2013. Entrou em coma e, desde então, o grande público não tem qualquer notícia sobre o estado de saúde dele. Sabe-se apenas que é observado 24 horas por dia em uma espécie de clínica montada na casa da família, na Suíça.

Governo anuncia aumento de imposto sobre a folha de pagamento

Imagem relacionadaO governo federal anunciou, nesta noite de quarta-feira, em Brasília, aumento de imposto sobre a folha de pagamento. Na prática, o fim da desoneração de impostos para a maioria dos segmentos da economia. Também foi anunciado um corte de R$ 42,1 bilhões em despesas públicas federais.
O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse que o governo fez uma série de medidas para reduzir o déficit, o que não foi possível na prática. Ele informou que o setor de transporte, construção civil de obras e infraestrutura e comunicações serão preservados desse aumento.
A medida veio porque o governo federal precisa fechar a conta. O deficit fiscal previsto para este ano é de R$ 139 bilhões.

Mulher de Sérgio Cabral deixa presídio para cumprir prisão domiciliar

Ex-primeira-dama é acusada, junto com o marido, de corrupção passiva e lavagem de dinheiroEx-primeira-dama é acusada, junto com o marido, de corrupção passiva e lavagem de dinheiro
A ex-primeira-dama Adriana Ancelmo deixou na noite desta quarta-feira (29) a ala feminina de Bangu 8, no Complexo Penitenciário de Gericinó, na Zona Oeste do Rio, rumo ao seu apartamento no Leblon, na Zona Sul da capital, após ter a prisão preventiva em regime fechado convertida em prisão domiciliar pela Justiça. A mulher de Sérgio Cabral foi levada em um carro da Polícia Federal.
Desde que a ministra Maria Thereza de Assis Moura, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), concedeu, na última sexta-feira (24), a prisão domiciliar da advogada, manifestantes fazem protestos e vigília na portaria do prédio onde Adriana e Sérgio Cabral vivem. Cartazes com dizeres como “Direito iguais para as detentas pobres” foram colados nas proximidades. A mulher do ex-governador recebeu autorização da Justiça para cumprir prisão domiciliar, com a condição de não ter acesso a telefones celulares, telefones fixos e internet.
Adriana tinha recebido o benefício da prisão domiciliar no dia 17 de março, mas ele foi revogado pelo Ministério Público Federal. A defesa de Adriana alega que os dois filhos menores, de 11 e 14 anos, não podem ficar sem pelo menos um dos pais. O desembargador do MPF entendeu que o benefício não poderia ser estendido somente a Adriana Ancelmo, já que outras mães que enfrentam a mesma situação não tiveram mesmo benefício. Os advogados recorreram ao STJ, que permitiu a saída de Adriana de Bangu.
Ancelmo e Cabral foram presos no final do ano passado na Operação Calicute e são acusados de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. O ex-governador já tem centenas de processos abertos pelo Ministério Público e continua preso em Bangu.
Jornal do Brasil

quarta-feira, 29 de março de 2017

Prefeito Ademar envia Projeto que propõe 13º salário e férias para prefeito, vice de Barroquinha

Um projeto de Lei nº 004/2017, enviado na Sexta-feira (25) à Câmara Municipal de Barroquinha e assinada pelo prefeito Ademar (PDT), propõe que a partir de 2017, o prefeito Ademar Veras, vice-prefeita Camélia, possam começar a receber adicional de férias, 13º salário e gratificação natalina.
O projeto depende ainda de aprovação pela Câmara Municipal. A votação deve ser realizada na próxima sexta-feira (31) de março.
Veja o projeto na integra:
Fonte: Barroquinha Agora

Câmara aprova por unanimidade liberação de 14º salário aos Agentes de endemias de Camocim

A Câmara de Vereadores de Camocim votou e aprovou em regime de urgência, durante sessão plenária desta terça-feira (28), projeto que autoriza liberação de recursos bloqueados referente ao incentivo financeiro adicional para os Agentes de Endemias do município de Camocim. Os valores são relativos aos anos de 2015 e 2016. 
Conforme escolha da maioria da categoria, os valores serão liberados em forma de rateio entres os cerca de 41 agentes. A partir desta aprovação, o pagamento do adicional dependerá da liberação programada pela a instituição financeira responsável.
A maioria dos vereadores da casa, entre oposição e governo, enalteceram a figura do Agente de Endemias e parabenizaram pela conquista da verba. O recurso é chamado também de 14° salário.
A sessão foi marcada pela presença maciça dos Agentes de Endemias no prédio da Câmara na hora da votação.
Fonte:Camocim Portal de Noticias

Em 24 horas, sete pessoas são executadas sumariamente por ordem do tráfico

Sete pessoas foram executadas sumariamente nas últimas 24 horas em homicídios misteriosos no Interior do estado e na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). A Polícia suspeita que os crimes tenham ligação com o tráfico de drogas. Em um deles, três pessoas acabaram fuziladas dentro de uma residência. Eram mãe, filho e um amigo da família.
O triplo homicídio ocorreu na tarde desta terça-feira no Município de Quixeré, na Região do Vale do Jaguaribe (a 218Km da Capital). Conforme apurou a Polícia, bandidos armados invadiram a residência localizada na Rua João Alves Carneiro, bairro Matadouro, na periferia daquela cidade e mataram as três pessoas, com tiros de pistola e de escopetas.
As vítimas foram identificadas pela Polícia como, a dona de casa Jardelisa Guimarães de Oliveira, 60 anos, conhecida por “Mocinha”, natural de Pedra Branca; o filho dela, Raimundo Edivandro Guimarães Silva, 23 anos, conhecido por “Paizinho”, natural de Limoeiro do Norte; e o amigo da família, Carlos Ramon Lima Oliveira, 24 anos, natural de Quixeré.
No local do triplo assassinato, as autoridades encontraram cápsulas de pistolas e balotes de escopeta calibre 12. Os vizinhos não quiseram falar, temendo represálias dos criminosos. Os corpos foram encaminhados o Núcleo da Perícia Forense (Pefoce) de Quixeramobim.
Mais execuções
Em Pacatuba, na RMF, dois jovens foram executados a tiros na madrugada da terça-feira (28). O crime ocorreu no interior de uma residência na Rua 86 do Conjunto Jereissati II. Conforme o relato de vizinhos, era por volta de 4h30, quando foram ouvidos muitos tiros no interior da casa invadida pelos criminosos. No local, foram assassinados os irmãos Ronaldo e Romário Alves Batista.
No bairro Passaré, na zona Sul de Fortaleza, o corpo de um jovem foi encontrado crivado de balas em um matagal, na manhã de ontem. A Polícia suspeita que o crime tenha ligação com outras três execuções sumárias ocorridas no mesmo bairro no fim de semana passado.
Na cidade do Crato, na Região do Cariri (a 540Km de Fortaleza), um jovem identificado como Antônio Eduardo de Souza, 25 anos, ex-presidiário, foi morto com cerca de 14 tiros. O crime ocorreu por volta de 22 horas de ontem, em pleno Centro da cidade. O rapaz ainda tentou fugir dos assassinos e pulou nas águas do Rio Granjeiro, próximo à sede da Prefeitura, de onde foi retirado por populares, colocado numa viatura da PM e levado para o hospital, mas não resistiu.
Fonte: Blog do Jornalista Fernando Ribeiro

Camilo só quer conversa “republicana” com Eunício Oliveira

O governador Camilo Santana (PT) rebateu ontem tese de que estaria se aproximando do senador Eunício Oliveira (PMDB) de olho em um acordo para as eleições de 2018. Na última segunda-feira, reportagem do O Estado de S. Paulo apontou que o petista e o peemedebista estariam costurando apoio de olho na reeleição de Eunício para o Senado Federal. O acordo teria como pano de fundo a desistência do peemedebista da disputa pelo governo do Ceará em busca de garantia de foro privilegiado no Congresso.
“Eu soube disso pela imprensa”, brincou Camilo sobre o assunto. Ele reafirmou relação de oposição com o senador do PMDB, afirmando que sua relação com Eunício se dá no campo do “republicanismo”.
“Quem for necessário para conseguir melhorias para o Ceará eu vou atrás. Vou conversar com qualquer um que consiga apoio para questões como combate à seca, ou do financiamento do Metrofor”, disse Camilo, que destaca ainda o fato de Eunício ser do PMDB, partido do presidente Michel Temer.
Assim como o governador do Ceará, o presidente do Senado tem rejeitado qualquer aproximação com a base do governo. Ele, no entanto, não nega ter desistido da disputa pelo governo em 2018.
O POVO – Repórter Carlos Mazza